17/02/2010

Museus do Sexo no Brasil

Motivada pelo comentário da nossa leitora n.1, Adua, dei uma procurada na internet sobre o tal Museu do sexo que ela disse existir em Salvador.

Realmente ele existe! Mas na verdade se chama Museu da Sexualidade da Bahia (apesar de ser conhecido como Museu do Sexo) e é gerido pelo Grupo Gay da Bahia.

Ainda em busca de um "Museu do Sexo" oficial no Brasil esbarrei em outras informações:

- O projeto da arquiteta Paula Posser, criado na sua monografia, do Complexo de Arte Erótica. Que incluiria, é claro, o Museu do Sexo!
- O Museu Erótico de São Paulo, que funciona numa mansão nos Jardins (!) juntamente com uma locadora de vídeos e uma sex-shop.

E finalmente descobri que o "Museu do Sexo" brasileiro é virtual! Idealizado pela Professora Carmita Abdo e bancado pela Pfizer! Em funcionamento desde 2003 tem um conteúdo interessante. Não gostei muito do layout da página, o que é compreensível por já ser um site "antigo". Mas o que não consegui entender de jeito nenhum foi usarem a Monalisa como símbolo... será que o mistério da Monalisa era outro??


Outras informações:
Museu da Sexualidade da Bahia
Funcionando provisoriamente na sede do Grupo Gay da Bahia desde 1999. O acervo conta com mais de 500 peças, sendo composto basicamente por cerâmicas eróticas do Nordeste, coleções de canecas oriundas de diversas partes do mundo, terracotas provenientes do Peru e México, de inspiração nas culturas Incaica, Asteca e Maia, esculturas em bronze e ferro da África Ocidental, porcelanas e metais da Holanda, França e outros países europeus, esculturas em metal e baixos relevos da Índia, cópias perfeitas de esculturas italianas das cidades de Pompéia e Herculano. Onde: Rua Frei Vicente, n. 24 - Pelourinho. Quando: de segunda a sexta, das 09h às 12h e das 14h às 18h.

Complexo de Arte Erótica
http://www.arqbrasil.com.br/estreia/paula_mendes_posser/paula_posser.htm

Museu Erótico de São Paulo
http://www.nomotel.com.br/reportagens/museu-do-sexo

Museu do Sexo
http://www.museudosexo.com.br/home.asp

2 comentários:

  1. Aí Maíra, boa pesquisada.
    O Museu da Bahia fiquei conhecendo num encontro museal, acho q em Ouro Preto, onde um dos criadores, mostrou um vídeo ou fotos, com diversos simbólos fálicos q horrorizou parte da platéia mais conservadora. O virtual é antiguinho mesmo pois já o curti há muitos anos atrás.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget