31/07/2010

Quadro furtado de Portinari é recuperado no Rio, diz polícia

FONTE: http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/07/quadro-roubado-de-portinari-e-recuperado-no-rio-diz-policia.html

Quadro de Portinari estava no Museu de Arte Contemporânea de PernambucoQuadro de Portinari estava no Museu de Arte
Contemporânea de Pernambuco.
(Foto: Reprodução/TV Globo Nordeste)

O quadro "O Enterro", de Cândido Portinari,furtado este mês do Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Olinda, Pernambuco, foi localizado e apreendido neste sábado (31), no Rio de Janeiro. Uma pessoa foi presa em flagrante.

De acordo com o delegado Manuel Martins da Polícia Civil de Pernambuco e responsável pelas investigações, o quadro era transportado por um homem em Copacabana quando foi localizado por volta das 16h, em operação conjunta das polícias Federal e Civil de Pernambuco.

"O indivíduo estava levando o quadro para mostrar a alguém, mas foi interceptado antes", afirmou o delegado ao G1.

A confirmação da autenticidade da obra será feita por meio de perícia a ser realizada pelo Instituto Portinari e por técnicos responsáveis pelo Museu de Olinda.

"Mas é esse o quadro sim. Inclusive ele tem as marcas da moldura retirada", avalia Martins.

De acordo com o delegado, quadro e suspeito do furto foram levados para a Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico (Delemap), no Rio.

Entenda o furto
O crime foi percebido no dia 14 de julho, mas a data do roubo é desconhecida. A obra, avaliada em R$ 1,5 milhão, faz parte da Série Azul do artista, integrada por outras quatro telas, todas do acervo do museu. O museu não possui circuito interno de televisão e sua segurança é feita por vigilantes.

O prédio construído no século XVIII abriga o Museu de Arte Contemporânea (MAC) há 43 anos.
O quadro formava um conjunto de Portinari em uma das paredes. Ele ficava no alto. Os outros quatro quadros, aparentemente, nem foram tocados.

A tela "Enterro" foi pintada em óleo sobre madeira em 1959. Restou apenas a moldura, que um dos funcionários encontrou atrás de uma janela.

A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, que administra o museu, informou que o prédio conta com vigias 24 horas por dia.

Um comentário:

  1. Final feliz. Esperamos que a área administrativa dos museus trabalhem em conjunto com a área técnica museal. Afinal a 1a. é atividade meio e a 2a. atividade fim.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget