29/01/2010

Palácio Gustavo Capanema será a sede administrativa dos Jogos Olímpicos de 2016

Publicada em 29/01/2010 às 15h38m
Paulo Roberto Araújo

RIO - O Palácio Gustavo Capanema, no Centro do Rio, construído em 1936, com a consultoria do arquiteto suíço Le Corbusier, será a sede do comitê organizador das Olimpíadas de 2016 e da Autoridade Pública Olímpica. O anúncio foi feito pelo governador Sérgio Cabral, na manhã desta sexta-feira, em Londres.

O ministro dos Esportes, Orlando Silva, que também está em Londres, disse que a reforma do local será um dos legados das Olimpíadas para o Rio de Janeiro.

O palácio é considerado um marco na arquitetura moderna brasileira. Foi projetado projetado por uma equipe composta por Lucio Costa, Carlos Leão, Oscar Niemeyer, Affonso Eduardo Reidy, Ernani Vasconcellos e Jorge Machado Moreira, com a consultoria de Le Corbusier.

A construção ocorreu entre 1936 e 1945 e o edifício foi entregue em 1947. O prédio tem jardins projetados por Burle Marx e obras de Cândido Portinari. No local, atualmente, trabalham os representantes do Ministério da Educação.

No palácio, podem ser apreciadas também pinturas de Alberto Guignard, Pancetti e esculturas de Bruno Giorgi, Jacques Lipchltz e Celso Antônio Silveira de Menezes. Hoje, mais de 95% da obra de Portinari, considerado o maior pintor brasileiro contemporâneo, estão inacessíveis ao público, guardadas em coleções particulares.

O prédio tem 16 andares e está construído numa área de 27.536 metros quadrados. Os materiais usados na construção foram: ferro e concreto, combinação de gnaisse e painéis de azulejos. Foram utilizados ainda mármore de lioz e tijolo de vidro inglês misturado com mármore amarelo.

27/01/2010

Feed!

Atendendo a pedidos... tentamos fazer nosso feed! Peço, por favor, aos usuários desta "super tecnologia" que nos dêem um retorno sobre seu funcionamento! rsrs

25/01/2010

Mulher danifica quadro de Picasso em museu de Nova York

A pintura de Pablo Picasso batizada de "The actor" vai passar por uma restauração, depois que uma mulher que visitava o Metropolitan Museum of Art, em Nova York, caiu por cima do quadro e quebrou a tela, de acordo com o museu.

De acordo com a CNN, a obra de Picasso foi danificada na sexta-feira, quando uma visitante perdeu o equilíbrio e caiu sobre a tela, de quase dois metros de altura, deixando um rasgão de cerca de 15 centímetros no canto inferior direito da pintura.

Em um comunicado divulgado pelo museu no domingo, não foram dados mais detalhes sobre o incidente, limitando-se a afirmar que o trabalho de restauração deve ser "discreto".

A pintura deve ficar pronta a tempo para a exposição de 250 obras de Picasso que será realizada pelo Met em abril.

O quadro "The actor" marcou a transição entre a "fase azul" e a "fase rosa" do artista espanhol.

http://br.noticias.yahoo.com/s/25012010/83/mulher-danifica-quadro-picasso-museu-nova.html

21/01/2010

Saiu o resultado do concurso Iphan 2009

O Iphan publicou no Diário Oficial da União de 21/01/2010 os resultados do concurso Iphan 2009.
O Edital nº 07 traz o resultado das provas objetivas dos candidatos aos cargos de nível superior de Analista e Técnico. Os classificados passam para a fase seguinte, a de avaliação das provas discursivas.
O Edital nº 08 homologa o resultado final para os cargos de nível médio – Administrativo e Técnico em Edificações. Os aprovados e classificados para as vagas especificadas no Edital Normativo nº 01, de 23/09/2009, deverão aguardar a convocação que será veiculada no Diário Oficial da União, no portal do Iphan (www.iphan.gov.br) e por meio de telegrama ao candidato.
O resultado dos recursos, gabarito oficial e os editais dos resultados estão disponíveis no site da organizadora do concurso. www.universa.org.br.
Também é possível verificar os resultados através dos links:

Candidatos nível superior.
Candidatos nível médio.

Fonte: Ascom

(eu ia fazer um novo post, mas achei melhor incluir aqui)

Eis a lista da prova objetiva por ordem de nota (daqueles que fizeram 50% ou mais da prova)... lembremos que somente os 8 primeiros terão suas provas descritivas corrigidas e passarão para a próxima fase:

99142464, MARCELO SA DE SOUSA, 62.00, 1
99100740, CAROLINE DOS REIS LODI, 59.00, 2
99153124, JOYCE BARRETO DE SA ABBADE, 59.00, 3
99124397, AMANDA DE ALMEIDA OLIVEIRA, 58.00, 4
99108222, ALINE PESSOA DA ASCENCAO, 57.00, 5
99146110, CARLOS HENRIQUE MILHONO CAMPOS, 56.00, 6
99132626, PEDRO IBSEN DE MOURA ARAGAO, 55.00, 7
99120194, ALINE ROCHA DE SOUZA FERREIRA DE CASTRO, 54.00, 8
99138511, RITA GAMA SILVA, 53.00, 9
99163261, LUCIENE PEREIRA DA VEIGA, 52.00, 10
99149084, THAIS MAYUMI PINHEIRO, 52.00, 11
99153915, MIRELA LEITE DE ARAUJO, 51.00, 12
99148517, IGOR FERNANDO RODRIGUES DA COSTA, 51.00, 13
99122361, ANNA GABRIELA PEREIRA FARIA, 50.00, 14
99146207, VERONICA BURGER PIRES CAVALCANTE, 49.00, 15
99154566, DANIELE TORRES CORDEIRO, 49.00, 16
99100269, ANA LUISA DE MELLO NASCIMENTO, 49.00, 17
99126813, BRUNO CESAR BRULON SOARES, 49.00, 18
99129430, BERNARDO DE BARROS ARRIBADA, 49.00, 19
99146456, REJANE SOBREIRA MINATO, 48.00, 20
99112770, ISABEL CRISTINA DE ARAUJO QUINTINO, 48.00, 21
99154698, CLAUDIO LACERDA GUERRA, 48.00, 22
99152227, ROSEANE SILVA NOVAES, 47.00, 23
99123439, ANDREA FERNANDES CONSIDERA, 47.00, 24
99136426, PENELOPE SALIVEROS BOSIO LOPONTE, 47.00, 25
99121567, MAIRA DE OLIVEIRA DIAS, 46.00, 26
99155313, NAYARA CAVALINI DE SOUZA, 45.00, 27
99128038, CHRISTINE CORREA, 44.00, 28;
99139473, ALINE CARREIRO FIGUEIREDO CARVALHO, 44.00, 29
99149103, ANDREA SIQUEIRA DALESSANDRI FORTI, 44.00, 30
99145490, RENATA ASSIZ DOS SANTOS, 43.00, 31
99161335, GISLAINE BARBOSA CALUMBI DA SILVA, 41.00, 32
99132349, ANGELA MARIA CUNHA DA MOTTA TELLES, 40.00, 33
99122424, GABRIELA MACHADO ALEVATO, 40.00, 34

Nem falo do orgulho de ter o nobre colega de museologando, Marcelo Sousa, mestrando em Museologia e colega de turma e colação de grau, liderando a lista da prova objetiva. rsrsrs Maíra

Curso preparatório para o IBRAM

Confirmar a abertura de outra turma no SINTRASEF, começando do
módulo I ÀS SEXTAS-FEIRAS. Pois a de quarta-feira está lotadíssima!
A primeira aula será no dia 29 de janeiro (SEXTA-FEIRA) no SINTRASEF RJ -
Av. Treze de Maio, 13 - 10º andar.
Sabendo que quem assiste aula na quarta-feira NÃO poderá assistir na
sexta. Assim como quem integrar a aula na sexta NÃO poderá "trocar" pela
quarta. A não ser que seja autorizado pela coordenação por conta de
desistências, vagas, catástrofes, estado de sítio etc.
Cada aula custa R$20,00
O pagamento será realizado no dia da aula escolhida, nos 30 minutos que
antecederem o início da mesma.
Inscrições e informações:
Pré-inscrição via e-mail: abm@museologia.org.br. Enviar solicitação de
inscrição apontando no campo ASSUNTO a preferência pelo local: Turma MAC
ou Turma SINTRASEF. ATENÇÃO - INDICAR O LOCAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Somente serão aceitas pré-inscrições via o e-mail acima. Comparecer no
local do curso sem o recebimento de nossa confirmação por e-mail poderá
acarretar falta de lugar na sala.
Enviar:
NOME COMPLETO - ENDEREÇO - TELEFONE FIXO - TELEFONE CELULAR - E-MAIL e
FORMAÇÃO (Museólogo, Historiador etc)
Para maiores informações:
André Angulo: (21) 8873-4980 / Newton Fabiano: 7128-4148

19/01/2010

Matéria do portal G1 sobre o novo MIS

Museu da Imagem e do Som terá boate no lugar da Help

De dia, local será sala que contará a história da noite carioca.
Previsão é de que museu seja inaugurado em meados de 2012.

Alícia UchôaDo G1, no Rio

Tamanho da letra

Ampliar FotoFoto: Alícia Uchôa / G1

Sérgio Cabral se reúne com responsáveis pelo novo MIS antes de começarem as obras (Foto: Alícia Uchôa / G1)

Dez dias depois do fechamento da boate Help, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, nada de turistas nem vestígio da prostituição que marcaram o local. Na manhã desta terça-feira (19), o mesmo imóvel recebeu outros adeptos de boemia: artistas e intelectuais se reuniram com o governador Sérgio Cabral para conhecer o novo projeto do Museu da Imagem e do Som (MIS), que ocupará o espaço a partir de 2012. Além de salas de exposição e acervo, uma boate está prevista nas novas instalações.

Veja fotos de como será o novo MIS

“A boate, de dia, vai contar a história da noite carioca, inclusive da Help, sem preconceitos. À noite será uma boate sem olhar comercial, para saber que tipo de música faz parte do Rio, que abrirá normalmente e eventualmente terá shows e eventos”, explica Daniela Thomas, uma das autoras do projeto de museografia. “Vamos falar desde os saraus da imperatriz até os bailes funk”, completa o curador Hugo Suckman. Tudo, garante Cabral, “sem nenhum moralismo do que a casa já representou”.

Cabral já apagou incêndio do MIS

A ideia de derrubar a Help para construir ali um novo MIS foi do próprio governador, segundo ele, quando passava pela Avenida Atlântica de carro. “Mas entre ter a ideia e tirá-la do papel é difícil”, admite Cabral, que lembra de quando ajudou a apagar o incêndio do museu em 1981.

“Eu tinha uns 18 anos, era de noite, e minha mãe, que é museóloga, me chamou. Partimos em caravana, e lá estava eu, de kombi, jogando balde e ajudando a salvar parte do acervo em risco, até os bombeiros chegarem”, conta ele, filho da museóloga Magali Cabral e do jornalista e pesquisador de música brasileira Sérgio Cabral, que doará seu acervo pessoal para o MIS.

Foto: Divulgação

Projeto é do escritório americano de arquitetura Diller Scofidio (Foto: Divulgação)

O projeto

Orçado em R$ 70 milhões, o projeto é uma parceria do governo do estado com a Fundação Roberto Marinho, sendo que R$ 18 milhões do previsto foram destinados à desapropriação do terreno, no último dia 9.

A previsão é que a demolição seja concluída em março deste ano e que a inauguração seja no segundo semestre de 2012. O prédio, que tem uma área total de 7 mil metros quadrados, foi desenhado pela arquiteta americana Elizabeth Diller, que venceu o concurso realizado ano passado.

“Durante esses 45 anos, o MIS foi mais um grande centro de documentação, um acervo, muito voltado para pesquisadores e alguns estudantes. Agora a gente vai mostrar esse acervo e transformá-lo num museu de fato, para o público em geral. Aqui nasceu boa parte do que hoje se chama de cultura brasileira”, disse Suckman.

Mirante e homenagens

A ideia é que o museu seja dividido em três grandes eixos: a galeria de exposições, que servirá como uma vitrine do acervo; a fábrica da memória, que pretende produzir e atualizar o seu acervo; e o centro de documentação, que deverá ser digitalizado e modernizado para o acesso ao grande público.

Ampliar FotoFoto: Marcos Arcoverde/Agência Estado

Os tapumes da frente da antiga Help ganham caras de músicos feitas pelo artista Muti Randolph (Foto: Marcos Arcoverde/Agência Estado)

O novo MIS deverá ser dividido em temas por andares: no subsolo vai funcionar a boate e a exposição sobre a noite carioca.

No primeiro andar, chamado de Espírito Carioca, haverá espaços dedicados ao carnaval, ao humor carioca e à rebeldia e protestos políticos do Rio; no segundo, chamado de Música, haverá uma homenagem a história do samba, da bossa nova e do choro, com obras e instrumentos musicais de famosos brasileiros; o terceiro andar, Felizes Trópicos, vai abrigar todo o acervo do atual Museu Carmen Miranda e está sendo estudado em espaço dedicado à história da produção de cinema e novelas no Rio.

Já no terraço, com um espaço chamado de A Montanha, o Sol e o Mar, haverá um mirante e intervenções que vão abordar a relação da cidade com a natureza.



Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL1453733-5606,00.html

18/01/2010

Curso preparatório para o IBRAM

Próxima Aula
Módulo III - Estatuto dos Museus LEI Nº 11.904, DE 14 DE JANEIRO DE 2009
- Construção participativa do Estatuto dos Museus
- Debate público no Congresso Nacional - governos estaduais e agentes prós e contras a Lei.
- Decreto-Lei 25 de 30 de novembro de 1937

- Museu X Coleção Visitável
- Penalidades

Dia 23 de janeiro no MAC

Insetos na Cultura Brasileira

JC e-mail 3929, de 14 de Janeiro de 2010.
22. Exposição retrata a presença dos insetos na cultura brasileira
Mostra no RJ surpreende com obras de arte, esculturas de carnaval, borboletário, entre outras atrações
Quem nunca ouviu expressões como abelhudo, baratinado, sangue de barata e pulga atrás da orelha? Elas fazem parte do nosso dia a dia e são uma pequena amostra de como os insetos povoam o imaginário popular.
Estes curiosos seres e suas representações na arte e na cultura são tema da exposição Insetos na Cultura Brasileira, que acontece, até 14 de março, de terça a domingo, no Jardim do Museu da República (Catete).
Realizada pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), a mostra ao ar livre tem como principais atrações instalações e objetos de arte, esculturas de carnaval, borboletário, exposição de insetos, áudios e vídeos. Com entrada gratuita, a exposição ainda oferece programação especial para crianças nos finais de semana, incluindo oficinas com material reciclável, teatro de bonecos e contação de histórias em tapetes.
"A idéia é proporcionar uma experiência estética ao visitante, tendo os insetos como personagens centrais, com seus hábitos e costumes retraduzidos sob a ótica da arte, da cultura e da ciência", descreve o entomólogo (especialista em insetos) Ricardo Lourenço, pesquisador do IOC e curador da exposição.
Um dos destaques é o borboletário, em 72m² com paisagismo próprio, que abriga oito espécies de borboletas. "Além da beleza e do colorido proporcionado pelas centenas de exemplares, o visitante ainda poderá acompanhar de perto a rotina desses animais, desde sua alimentação com néctar das flores até a copula e a oviposição", explica o pesquisador.
Insetos gigantes sob forma de esculturas de carnaval e uma instalação da artista plástica Cristina Pape também estão incluídas no percurso ao ar livre da mostra. Em espaços como o da gruta do Jardim da República estarão expostos alguns dos cerca de cinco milhões de exemplares que compõem o acervo da Coleção Entomológica do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), uma das maiores coleções de insetos da América Latina.
"Num ambiente críptico, tal como aquele onde vivem muitos insetos, a gruta oferecerá ao visitante sons e imagens de insetos e áudios com quase uma centena de trovas e lendas acerca destes animais", complementa Lourenço.
Já no coreto, o artista plástico Rubens Ianelli expõe obras da série Cidades Perdidas, com objetos constituídos de fragmentos de madeira que sofreram a ação de cupins realçando com pincel e tinta guache pontos que lembram construções reais. Obras de outros artistas, tais como Getúlio Damado e DIM, que utilizaram vários materiais para representarem insetos e produzirem brinquedos inspirados nestes animais também farão parte da mostra.
A mostra é resultado de um trabalho desenvolvido por pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), do Instituto de Artes da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), que investigou de que forma as diferentes culturas veem, percebem, inspiram-se, representam e os insetos e com eles estão presentes em nosso cotidiano. Além do Museu da República, a organização da iniciativa conta com a parceria do Departamento Cultural do Uerj e do Centro de Referência do Carnaval.
A exposição fica em cartaz desta sexta-feira, 15 de janeiro, até 14 de março, no Jardim do Museu República (Rua do Catete, 153, Catete - Rio de Janeiro). A entrada é gratuita.
(Informações do Serviço de Jornalismo do Instituto Oswaldo Cruz)

Expediente • Contato • Site da SBPC Navegue por aqui
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC©2002
Todos os direitos reservados / All rights reserved

Insetos na Cultura Brasileira

Curso preparatório para o IBRAM

Módulo II - Sistema Brasileiro de Museus e Plano Museológico
- Sistema Brasileiro de Museus e Comitê Gestor
- Planejamento e gestão em museus
- Portaria do IPHAN de estabelecimento do Plano Museológico nos Museus do IPHAN(atual IBRAM)
- Programas do instrumento: institucional, acervos, segurança, arquitetônico, exposições, pesquisa, gestão de pessoas etc
- Missão, objetivos e diagnóstico participativo

Dia 27 de janeiro no SINTRASEF

14/01/2010

Curso preparatório para o IBRAM

Curso preparatório para o Concurso do IBRAM -Instituto Brasileiro de Museus

Público-alvo:
O curso se destina a todos os profissionais, que queiram ingressar nas diferentes vagas (regime estatutário via PECC - Plano Especial de Cargos da Cultura) a serem ofertadas pelo IBRAM - Instituto Brasileiro de Museus (autarquia do Ministério da Cultura): Analista e Técnico: Museologia, Educação, Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, História e outras conforme o referido edital:
http://ww4.funcab.org/arquivos/IBRAM2010/edital.pdf

O conteúdo das aulas aborda temas inerentes à área finalística do IBRAM, importante para todos os candidatos ao concurso. O curso aborda os seguintes pontos do conteúdo programático de Conhecimentos Gerais, segundo o edital:

Fundamentos das Atividades relacionadas à Gestão Museológica Patrimonial:

Políticas Públicas de Cultura, Política Nacional de Museus,

estatuto dos museus, plano museológico, lei 11.906/09, decreto 6.845/09, história dos museus no Brasil e mundo, funções dos museus,

decreto lei 25, decreto 3.551/00. Lei federal de incentivo a cultura. Constituição Brasileira – Art. 215, 216. Convenção da UNESCO.

Além de outros conteúdos solicitados para os conhecimentos específicos de algumas carreiras.

Endereços e horários:

MAC - Museu de Arte Contemporânea – Niterói
Sábados - 10 às 12:30h.

Início: 09 de janeiro de 2010

SINTRASEF RJ - Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado do Rio de Janeiro
Avenida Treze de Maio, 13 - 10º andar – Rio de Janeiro
Quartas - 18:30 às 21h.

Início: 13 de janeiro de 2010

Cada aula custa R$20,00
O pagamento será realizado no dia da aula escolhida, nos 30 minutos que antecederem o início da mesma.

Inscrições e informações:
Pré-inscrição via e-mail: abm@museologia.org.br. Enviar solicitação de inscrição apontando no campo ASSUNTO a preferência pelo local: Turma MAC ou Turma SINTRASEF. ATENÇÃO - INDICAR O LOCAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Somente serão aceitas pré-inscrições via o e-mail acima. Comparecer no local do curso sem o recebimento de nossa confirmação por e-mail poderá acarretar falta de lugar na sala.

Enviar:
NOME COMPLETO - ENDEREÇO - TELEFONE FIXO - TELEFONE CELULAR - E-MAIL e FORMAÇÃO (Museólogo, Historiador etc)

Para maiores informações:
André Angulo: (21) 8873-4980 / Newton Fabiano: 7128-4148

OBS IMPORTANTÍSSIMA: Não adianta ligar para os locais do curso (Sindicato ou MAC) nem ir nestes lugares em dias e horários diferentes da realização das aulas . INFORMAÇÕES APENAS VIA E-MAIL OU TELEFONES ACIMA. Também não há atendimeto na sede da ABM durante este período do curso, então não insista em ligar para a sede!

OBS IMPORTANTÍSSIMA 2: Leia com atenção as informações deste informativo, ordene lógicamente as informações aqui existentes, responda ao cadastro com as informações solicitadas. 90% das perguntas que estamos respondendo por telefone ESTÃO ESCRITAS AQUI! Se vc realmente quer fazer a prova e passar no concurso, leia com atenção as informações!!!!!!!! MAs não exite em ligar para tirar dúvidas.

Realização:

ABM - Associação Brasileira de Museologia

ASBRAM - Associação de Servidores do Instituto Brasileiro de Museus
SINTRASEF RJ - Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal/RJ

OBS: Associados da ABM (Associação Brasileira de Museologia), do SINTRASEF RJ e da ASBRAM (Associação de Servidores do Instituto Brasileiro de Museus), em dia com as suas contribuições, terão 50% de desconto em número limitado de vagas .

PROGRAMA DO CURSO

Andre Andion Angulo
Bacharel em Museologia - Uni-Rio
Mestre em Arquitetura e Urbanismo - UFF
Museólogo do Museu da República - IBRAM - Ministério da Cultura
Aprovado no concurso público do IPHAN de 2005

Módulo I - O que é o IBRAM?
- Política Nacional de Museus: histórico e seus 7 eixos estruturantes
- Lei 11.906 de 20 de janeiro de 2009 - Cria o Instituto Brasileiro de Museus
- Estrutura do IBRAM
- decreto 6.845/09 Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções Gratificadas do Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM, e dá outras providências.

OBS: Módulo reformulado a ser agendado após aos outros módulos.

Módulo II - Sistema Brasileiro de Museus e Plano Museológico
- Sistema Brasileiro de Museus e Comitê Gestor
- Planejamento e gestão em museus
- Portaria do IPHAN de estabelecimento do Plano Museológico nos Museus do IPHAN(atual IBRAM)
- Programas do instrumento: institucional, acervos, segurança, arquitetônico, exposições, pesquisa, gestão de pessoas etc
- Missão, objetivos e diagnóstico participativo

Dia 16 de janeiro no MAC
Dia 27 de janeiro no SINTRASEF

Módulo III - Estatuto dos Museus LEI Nº 11.904, DE 14 DE JANEIRO DE 2009
- Construção participativa do Estatuto dos Museus
- Debate público no Congresso Nacional - governos estaduais e agentes prós e contras a Lei.
- Decreto-Lei 25 de 30 de novembro de 1937

- Museu X Coleção Visitável
- Penalidades

Dia 23 de janeiro no MAC
Dia 03 de fevereiro no SINTRASEF

Módulo IV - Lei Federal de Incentivo à Cultura e Decreto 3.551/2000
- A criação da chamada "Lei Roaunet"
- Recursos incentivados
- Fundo Nacional de Cultural, PRONAC, Mecenato, Emendas parlamentares
- Discussão da proposta do Minc de reformulação da Lei enviada ao Congresso Nacional
- Decreto número 3551/2000 Institui o Registro de Bens Culturais de Natureza Imaterial
- Convenção da Unesco
Dia 30 de janeiro no MAC
Dia 10 de fevereiro no SINTRASEF

Módulo V - Museus do IBRAM e funções museológicas
- Os 28 museus pertencentes ao IBRAM
- história dos museus no Brasil e mundo, funções dos museus,
- Funções dos Museus - Pesquisa, conservação e comunicação
- Leis, cartas e Declarações: Mesa REdonda de Santiago do Chilei - 1972; Declaração de Caracas - 1992; Carta de Salvador - 2007, Código de Ética do Museólogo; Declaração de Quebec de 1984 ,entre outras
Dia 06 fevereiro no MAC
Dia 17 de fevereiro no SINTRASEF

Edital do Ibram

Saiu no Diário Oficial o edital do concurso para provimento de diversas vagas do Instituto Brasileiro de Museus - IBRAM. O documento pode ser acessado através dos links abaixo:

09/01/2010

Artigo de leitor sugere reconstrução do Palácio Monroe

A página virtual do jornal O Globo destacou artigo do leitor Antonio Veronese, cujo tema é a reconstrução do Palácio Monroe. O artigo segue abaixo, na íntegra.

"Aproveito o animus-aedificatio que tem todo novo prefeito para propor a Eduardo Paes a reparação de um grave erro, cometido há 30 anos, contra os patrimônios histórico e artístico da cidade do Rio de Janeiro: a derrubada do Palácio Monroe. O nosso "Senadinho", como era carinhosamente conhecido, foi posto abaixo depois de uma polêmica macunaímica que teve como ingredientes a construção do metrô e a alergia dos modernistas ao ecletismo decô.

Obra do general arquiteto Francisco de Souza Aguiar, o "Senadinho" representou o Brasil na Exposição Internacional de Saint Louis, em 1904, onde, para surpresa dos nossos derrotistas de plantão, recebeu o Grande Prêmio do Júri. Era a primeira vez que uma obra de um arquiteto brasileiro experimentava o reconhecimento internacional.

Terminada a exposição americana, o belo palácio foi desmontado e transportado para o Brasil, onde, em 1906, foi remontado no nosso carioquíssimo Passeio Público, sendo o primeiro edifício financiado pela Federação na então efervecente Avenida Central. Recebeu, na ocasião, por sugestão do ministro das Relações Exteriores, o Barão de Rio Branco, o nome de Palácio Monroe - homenagem ao presidente norte-americano ideólogo do pan-americanismo.

O novo edifício integra-se de imediato ao feérico Centro da capital. No seus elegantíssimos salões sucedem-se, em grande estilo, a Terceira Confederacão Pan-Americana, o Quarto Congresso Médico Latino-Americano, o Congresso Internacional de Jurisconsultos, a sede do Ministério da Aviação, a sede da Câmara dos Deputados, a sessão solene de recepção ao rei Carlos, da Bélgica, a Convenção Nacional, a Comissão Executiva do Centenário da Independência... Mais tarde, ali se instalam o Senado da República e o Estado-Maior das Forças Armadas. Neste longo período de glórias, o "Senadinho" tornou-se uma grife da elegância e sofisticação cariocas.

Apesar disso, irresponsável e inexplicavelmente, o IPHAN nega-lhe o tombamento em 1970. Começa então, no hiato da autoridade federal, uma pendenga cabocla eivada de desinformações, rancores e absurdez. Chegou-se a argumentar que a passagem da nova linha do metrô, sob o Passeio Publico, justificaria sua derrubada, como se para construir-se o subterrâneo de Paris houvessem deitado por terra a Notre Dame, o Louvre ou a butte de Montmartre.

Fica difícil, relendo as paginas dessa história rocambolesca, desculpar a posição de modernistas do quilate de Lúcio Costa, que pareciam ver nesse sucesso da arquitetura brasileira do início do século 20 um desconforto às aspirações da arquitetura modernista no Brasil. Resumindo o drama: malgradas as resistências do IAB, do Clube de Engenharia e do nosso "Jornal do Brasil", em 1976 deram-se por vencedores os derrotistas, e baixaram a picareta no nosso indefeso "Senadinho".

Uma cidade é feita não somente de sua contemporaneidade, mas da sua memória coletiva, que se expressa, especialmente, na sua arquitetura. Por isso, acho que chegou o momento de reabrir essa discussão e repensar, com ousadia, o destino do "Senadinho". Se os valores histórico e de antiguidade do velho edifício perderam-se com sua demolição, resta recuperável o seu inegável valor estético. E esse já justifica sua reconstrução, que pode cumprir o papel de "representação".

Onde quer que eu vá com essa proposta tenho recebido, nos últimos três anos, calorosa manifestação de apoio. São pessoas que se sentiram impotentes no passado e que se sentem órfãs no presente. Para estes, o espaço deixado vazio no Passeio Público é um doloroso e perene registro da nossa incompetência em preservar. Paradoxalmente, essa vacuidade atua como um "monumento" no enfrentamento do oblívio. Um "monumento" que não depende de verbas públicas nem da proficiência dos administradores e que cumpre, paradoxalmente, graças à contumácia desta omissão, a função de preservar às gerações futuras a lembrança de um ato ou um destino, como na síntese de Riegl.

Além disso, a reconstrução seria de grande simbolismo numa cidade deflagrada que insiste em não se respeitar. Repropor a importância da preservação do patrimônio público, reconstruir, fazer memória, refazer, reconhecer o valor extrínseco de um edifício mesmo quando dele não mais se espere o papel que exerceu no passado. Repropor utopias, revitalizar, reacreditar, recuperar o que pode ser recuperável, apesar da insânia dos homens!

Por isso tudo continuo a acreditar neste sonho e, mais que isso, continuo a provocar a ousadia dos cariocas. Mais do que a simples reconstrução do Monroe, ouso sonhar com uma nova Cinelândia, acolhida entre o novo Monroe, a Biblioteca Nacional e o Theatro Municipal. A esse espaço público de grande beleza seria vedado o trânsito de veículos, desviando-se o fluxo da Rio Branco pela Almirante Barroso. O trânsito pesado não se justifica ali, tendo já afetado a cúpula do MNBH.

O novo Monroe poderia ser preparado para acolher um museu da antiga capital federal, e a nova Cinelândia pode transformar-se no novo centro cívico da cidade do Rio de Janeiro".


Fonte: http://oglobo.globo.com/opiniao/mat/2010/01/08/pela-reconstrucao-do-palacio-monroe-915489159.asp



05/01/2010

Curso preparatório para o Concurso do IBRAM -Instituto Brasileiro de Museus

Público-alvo:
O curso se destina a todos os profissionais, que queiram ingressar nas diferentes vagas (regime estatutário via PECC - Plano Especial de Cargos da Cultura) a serem ofertadas pelo IBRAM - Instituto Brasileiro de Museus (autarquia do Ministério da Cultura): Analista e Técnico: Museologia, Educação, Arquitetura, Arquivologia, História e outras conforme o referido edital a ser lançado em breve.
O conteúdo das aulas aborda temas inerentes à área finalística do IBRAM, importante para todos os candidatos ao concurso. Serão criados outros módulos quando da publicação do edital, podendo haver formação de turmas para vagas específicas (turma para os candidatos às vagas de museólogos, outra para arquitetos, historiadores etc)
Endereços e horários:

MAC - Museu de Arte Contemporânea – Niterói
Sábados - 10 às 12:30h.
Início: 09 de janeiro de 2009

SINTRASEF RJ - Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado do Rio de Janeiro
Avenida Treze de Maio, 13 - 10º andar – Rio de Janeiro
Quartas - 18:30 às 21h.
Início: 13 de janeiro de 2009

Cada aula custa R$20,00
O pagamento será realizado no dia da aula escolhida, nos 30 minutos que antecederem o início da mesma.
Inscrições e informações:
Pré-inscrição via e-mail: abm@museologia.org.br. Enviar solicitação de inscrição apontando no campo ASSUNTO a preferência pelo local: Turma MAC ou Turma SINTRASEF.
Enviar:
NOME COMPLETO - ENDEREÇO - TELEFONE FIXO - TELEFONE CELULAR - E-MAIL e FORMAÇÃO (Museólogo, Historiador etc)

Para maiores informações:
André Angulo: (21) 8873-4980 / Newton Fabiano: 7128-4148

OBS IMPORTANTÍSSIMA: Não adianta ligar para os locais do curso (Sindicato ou MAC) nem ir nestes lugares em dias e horários diferentes da realização das aulas . INFORMAÇÕES APENAS VIA E-MAIL OU TELEFONES ACIMA. Também não há atendimeto na sede da ABM durante este período do curso, então não insista em ligar para a sede!

Realização:
ABM - Associação Brasileira de Museologia
ASBRAM - Associação de Servidores do Instituto Brasileiro de Museus
SINTRASEF RJ - Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal/RJ

OBS: Associados da ABM (Associação Brasileira de Museologia), do SINTRASEF RJ e da ASBRAM (Associação de Servidores do Instituto Brasileiro de Museus), em dia com as suas contribuições, terão 50% de desconto em número limitado de vagas .

Quadro de Picasso é roubado de vila francesa

MARSELHA, França (Reuters) - Ladrões roubaram cerca de 30 quadros, incluindo uma obra do mestre espanhol Pablo Picasso, de uma vila no sul da França, informou a polícia.

A ação, que também levou uma pintura pós-impressionista de Henri Rousseau, provocou um prejuízo de 1 milhão de euros, disse uma fonte judicial.

O roubo foi descoberto na quinta-feira por um zelador da casa, que fica no vilarejo de La Cadiere d'Azur, na Provence. O proprietário estava de férias na Suécia no momento do roubo e já voltou para a França para ajudar nas investigações, disse a polícia.

Esse foi o segundo grande roubo de obras de arte no sul da França nos últimos dias, embora não haja provas de que os crimes estejam relacionados.

Uma pintura do impressionista francês Edgar Degas foi roubada de um museu na noite de quarta-feira na cidade francesa de Marselha. A polícia disse que o trabalho em pastel "Les Choristes" valia cerca de 800 mil euros.

(Reportagem de François Revilla)
http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/cultura_arte_picasso

04/01/2010

Retrospectiva 2009

Ano novo vida nova (isso não significa que minha vida tenha melhorado). Mais um ano acabou e as famosas retrospectivas começam a nos perseguir, forçando nossa memória a lembrar de tudo aquilo que tentamos esquecer, através de produtos lícitos e ilícitos, do ano que passou. O museologando pra não ficar pra trás (e por falta de criatividade) lança, Nunca antes na história desse país, a retrospectiva (pra não ter brigas) museal, museológica ou até mesmo museística. O ano de 2009, pro blog museologando, foi o melhor de todos (mesmo porque não temos outro pra comparar), alcançamos nossa incrível meta de mais de 4.500 acessos, 4 seguidores, uma manchete e dois formados.
É ainda com o espírito de 2009 que o museologando deseja a todos um feliz 2010. Museólogos(as) de todo mundo, uni-vos (ou não).

JANEIRO
• Exp. Vik Muniz – MAM (na lista top 10 melhores exp. do jornal O GLOBO)
• Colônia de férias brincadeiras de museu no Museu da República

FEVEREIRO
• 100 anos de Carmen Miranda
• Inauguração do MUF (Museu de Favelas)


MARÇO
• I Fórum de Museus do Estado do RJ


ABRIL
• Exp. Virada russa (na lista top 10 melhores exp. do jornal O GLOBO)
• Diretor do DEMU-IPHAN recebe condecoração de cavaleiro na ordem do mérito militar

MAIO
• 7ª Semana Nacional de Museus – museu e turismo
• Estréia Uma Noite no Museu 2
• Projeto Educativo “De pijama no museu – uma noite no Museu Nacional”

JUNHO
• Inauguração da exp. FUNK - UNIRIO
• Museu afro Brasil – SP fecha as portas
• Tiros no museu (homem invade museu nos E.U.A e mata 1 pessoa)
• Museu de Cera de Madri presta homenagem fúnebre a Michael Jackson


JULHO
• Encontro Baiano de Museus
• 3 Fórum Estadual de Museus do Ceará
• Abertura do Curso preparatório IPHAN – IBRAM
• Projeto Educativo do Museu Casa de Benjamin Constant – quem nunca foi ao museu não sabe o que perdeu...

AGOSTO
• Gripe suína fecha museus
• Pijama de Getulio Vargas volta a ser exposto no MR
• Estréia exp. O mundo mágico de Marc chagall (na lista top 10 melhores exp. do jornal O GLOBO)
• Aprovado projeto para o M.I.S em Copacabana
• Vigia de museu argentino organiza orgia no trabalho
• Concurso do IBRAM autorizado


SETEMBRO
• Aberto concurso para o IPHAN (1 vaga para museólogo)
• Nossa 1ª manchete no boletim da ABM
• MNBA ganha nova coleção
• Ex-dirigentes de museus tem sigilos bancários quebrados
• 3ª primavera dos museus
• 3º encontro ibero-americano de museus
• Comissão aprova 2% do orçamento da União para cultura
• Marcelo e Maíra se formam em museologia


OUTUBRO
• Capítulo da novela “Viver a vida” no museu
• III curso de extensão LABOEP
• Exp. Pequeno príncipe em S.P.
• Marcelo, que jurava que ia abandonar a museologia, passa pro mestrado em MUSEOLOGIA

NOVEMBRO
• Mudei de emprego
• “A turma do Didi” no museu
• Exp. Playmobil 35 anos
• Ibram lança campanha de adoção de museus por senadores e deputados
• Exp. Carlos Vergara – MAM (na lista top 10 melhores exp. do jornal O GLOBO)


DEZEMBRO
• Prova do IPHAN
• A promessa do IBRAM continua
• Peladona no museu
• Museus de Paris fecham em protesto a cortes no orçamento
• II encontro nacional da REM
• 1 ano de museologando
• Maíra sai da fila do desemprego e começa a trabalhar
Ocorreu um erro neste gadget