25/08/2011

CARTA-TESTAMENTO DA CULTURA

CARTA-TESTAMENTO DOS SERVIDORES
DO MINISTÉRIO DA CULTURA

Mais uma vez, as forças e os interesses contra o serviço público coordenam-se e novamente se desencadeiam sobre nós. Querem sufocar a nossa voz e enfraquecer a nossa ação, para que não consigamos prestar serviços de excelência à população brasileira.

Seguimos o destino que nos é imposto. Apesar do domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, acreditamos na soberania do nosso povo e no vigor de nossa cultura. A campanha dos grupos internacionais alia-se a dos grupos nacionais contrários aos serviços públicos e à garantia do trabalho dos servidores. Não querem que nós, trabalhadores da Cultura, tenhamos recursos para o bom cumprimento de nossas funções.

Temos lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a pressões constantes, baixos salários, más condições de trabalho, falta de pessoal, tudo isso para defender o nosso patrimônio cultural, nossos museus, teatros, o acervo de nossa Biblioteca Nacional, para fomentar as nossas artes, as danças, os cantos, os folguedos, a grande criatividade de nosso povo. Nada mais podemos dar, a não ser a nossa dedicação, o nosso compromisso com a garantia dos direitos culturais dos brasileiros.
Queremos estar sempre na luta por mais verbas para a Cultura, pelo acesso dos cidadãos às artes, aos bens, processos e produtos culturais, pelo ensino da música nas escolas, pela educação patrimonial, pelo direito à criação, à experimentação nas mais diversas linguagens artísticas, à difusão artística e cultural nos mais variados meios de comunicação. Quando a fome de sensibilidade, beleza, sonho e poesia bater à vossa porta, sentireis que sois seres humanos e que a nossa luta também é a vossa luta!

E aos que pensam que nos derrotaram respondemos com a nossa vitória. Pois esse povo que elege os governantes é o mesmo povo que não mais suportará ser maltratado por ninguém. Temos lutado de peito aberto. E vamos continuar lutando por melhores salários, por concurso público, pela valorização do Ministério da Cultura e da própria cultura brasileira. E que todos saibam que não sairemos da vida de lutas para entrar na história de derrotismo que os governos querem nos impor. Vivos (e bem vivos) entramos e continuamos na história.



http://soscultura2011.blogspot.com/p/carta-testamento-dos-servidores-do.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget