21/11/2011

Cem anos de arte no Brasil é o tema da exposição de reabertura do Paço Imperial

O Centro Cultural Paço Imperial, no Rio de Janeiro, reabriu suas portas ao público após as obras de reforma e modernização. Na última quinta-feira, dia 17, às 19h, o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, Luiz Fernando de Almeida, participou da abertura do espaço com a exposição 1911-2011 Arte Brasileira e Depois. O acervo da Coleção Itaú apresenta 186 obras de 137 artistas que dão um panorama da produção artística realizada no país nos últimos 100 anos.

A mostra já está aberta à visitação pública e permanece em cartaz até 12 de fevereiro de 2012. O curador da exposição, Teixeira Coelho, crítico de arte e curador-diretor do Museu de Arte de são Paulo – Masp, optou por criar uma série de seis módulos que funcionam como fio condutor para o visitante. Eles podem ser compreendidos isoladamente ou seguidos de ponta a ponta, traçando o caminho percorrido pela arte brasileira desde as primeiras décadas do século passado até hoje. Confira aqui um pouco mais sobre a exposição

Com um espaço arquitetônico privilegiado, o Paço Imperial tornou-se, desde a sua restauração na década de 1980, um centro de exposições e eventos que preserva a memória histórica e incorpora as inovações da cultura brasileira. Construído em 1743, foi usado como Casa dos Vice-Reis do Brasil. Com a chegada da corte de D. João VI ao Rio de Janeiro, e a elevação da colônia à condição de Reino Unido a Portugal e Algarves, o Paço se transformou em sede dos governos do Reinado e do Império. Após a Proclamação da República, o prédio foi a sede dos Correios e Telégrafos. Tombado pelo Iphan em 1938 é hoje é um dos marcos da história cultural do Rio de Janeiro.

Em 2011, mais uma vez patrocinado pelo BNDES, o Paço Imperial passou por renovação das salas de exposição, pintura e higienização. As intervenções nas fachadas e espaços internos atenderam a procedimentos de restauro estabelecidos pela Superintendência do Iphan – RJ, respeitando a preservação e construção do prédio tombado. O circuito de exposições foi modernizado e continuará dentro das normas internacionais para exposições de arte. A renovação de equipamentos e instalações da unidade museológica representa a continuidade de um programa baseado na associação entre preservação da história nacional e o processo de renovação cultural, uma característica singular brasileira.

A exposição permanente sobre a história do Paço Imperial também está sendo renovada com recursos modernos de comunicação e tratamento de imagens. Os diversos momentos do prédio serão apresentados de maneira atrativa e contextualizada, promovendo o diálogo entre o contemporâneo e a história, levando o visitante a participar, valorizar e explorar o contraste entre o passado e o presente. Atualmente, convivem no Paço Imperial, em perfeita harmonia, Aleijadinho, Joseph Beuys, Maria Clara Machado, John Cage, os Rolling Stones, Helio Oiticica e Mestre Valentim.

No primeiro andar do prédio, está instalada a Biblioteca Paulo Santos que reúne um acervo de 6 mil volumes e 200 títulos de periódicos, a maior parte especializados em arte e arquitetura luso-brasileiras. As outras salas são abertas para exposições temporárias de artes plásticas, eventos teatrais, concertos musicais, clássicos e populares, assim como para palestras e seminários relacionados às temáticas das exposições realizadas. No andar térreo, são oferecidos diversos serviços em lojas que, segundo a literatura especializada, estão localizadas no mesmo espaço onde, no século XVII, funcionava o melhor ferreiro do Rio de Janeiro. A primeira planta em escala da cidade, feita em 1713, e vestígios arqueológicos revelam no local funcionaram ainda a Casa da Moeda e o Armazém del Rei. O Paço Imperial fica na Praça XV de Novembro, 48, Centro. O endereço eletrônico é http://www.pacoimperial.com.br

Serviço
Reabertura do Centro Cultural Paço Imperial e
Exposição 1911-2011 Arte Brasileira e Depois, na Coleção Itaú
Data: De 18 de novembro de 2011 a 12 de fevereiro de 2012
De terça-feira a domingo, 12h às 18h
Entrada Franca
Local: Centro Cultural Paço Imperial
Praça XV, 48, Centro, Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 2215-1195

Mais informações
Assessoria de Comunicação Iphan
comunicação@iphan.gov.br
(61) 2024-5476 / 2024-5477
www.iphan.gov.br / www.twitter.com/IphanGovBr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget