06/07/2010

Museu londrino coloca 40 obras falsas em exposição

A Galeria Nacional de Londres, na Grã-Bretanha, mantém a exposição Close examination: Fakes, Mistakes and Discoveries (Em português, Exame de Perto: Farsas, Erros e Descobertas) como forma de discutir e mostrar técnicas para investigar autenticidade de obras até 12 de setembro. A mostra, que conta com as salas Ilusão e Fraude, Transformações e Modificações, Erros, Segredos e Enigmas, Redenção e Recuperação e uma exclusiva dedicada a Botticelli, apresenta quadros falsificados de artistas como Rembrandt, Holbein e o próprio Botticelli.
Saiu aqui

A reportagem chama atenção não apenas pelo caráter inovador da exposição, como também pelo título da reportagem pois no momento em que li pensei "Incompetentes!! Expuseram 40 obras e nem se tocaram que eram falsas!!". Estava doido pra escrever algo sobre isso quando descobri que se trata de uma exposição sobre o assunto falsificação, como vocês bem podem notar na citação acima. Pelo que pude compreender a temática acaba abordando também temas sobre ARTE, mas também a fraude, o erro, e as técnicas para se descobrir tais farsas. (legal!) Muitos casos me vêem a mente neste momento, mas prefiro deixar os relatos para os comentários.

Saiba mais:http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,revelado-falsificacoes-e-erros-em-obras-de-arte,576568,0.htm

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget