29/06/2012

Museologia: mercado de trabalho em expansão para quem gosta de arte

Formação é abrangente e profissionais podem atuar até no Carnaval


Imagem do Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói (Foto: Divulgação)



O Brasil tem mais de 3000 museus, segundo dados divulgados em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). O número é reflexo da reestruturação da área museológica que aconteceu após a entrada em vigor do Estatuto dos Museus, lei que definiu regras para preservação, conservação e restauração dos acervos. É um salto e tanto para quem até o início do século 20 só possuía 12 museus. Logo, trabalho não falta para quem se formar na área. E o museólogo pode atuar também em outros lugares, como órgãos públicos, segundo Telma Lasmar, presidente do Conselho Federal de Museologia (Cofem).

“Nosso campo está em franca expansão. Existe muito trabalho no Brasil e no exterior. Temos uma tabela de referência salarial e o salário inicial de um jovem museólogo é de R$ 3.121,03, por uma jornada de 20 horas semanais. Nem sempre esse valor corresponde ao que é pago na realidade, claro. A área oferece muitas oportunidades para profissionais liberais, além do setor de pesquisa. Tem museólogo dando aula, trabalhando em coleções privadas e até fazendo pesquisa para escolas de samba”, diz a presidente do Cofem, que também é diretora administrativa do Museu de Arte Contemporânea (Mac) de Niterói.

De acordo com Telma, a formação de museólogo existe no Brasil desde 1932, e inicialmente os profissionais eram chamados de “conservadores de museus”, como ainda acontece em vários países.

Telma Lasmar, presidente do Conselho Federal
de Museologia (Cofem) (Foto: Divulgação)

O exercício da profissão de museólogo somente é permitido ao profissional registrado em Conselho Regional de Museologia e, o estágio, ao estudante de museologia também inscrito em conselho de classe. A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Uni-Rio) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA) possuem os cursos de museologia mais antigos do país, mas os estudantes também têm opções em outras instituições. A graduação tem quatro anos de duração e a presidente do Cofem conta que atualmente a museologia tem um caráter mais amplo do que no passado.

“Hoje trabalhamos com ideias como inclusão social e o papel educativo dos museus. O aluno é levado a entender a função social da instituição. O museólogo é o mediador entre as coleções e a sociedade. A formação é abrangente e a grade de disciplinas muda de acordo com a região e com a vinculação do curso com outras carreiras das universidades. No Pará, por exemplo, as disciplinas são vinculadas a questões indígenas, cestaria, Amazônia... No Rio Grande do Sul o cenário é outro, e assim por diante. Mas existem matérias comuns a todos os cursos, como História da Arte, Antropologia, Teoria da Museologia, etc. Os novos cursos, que surgiram do ano 2000 para cá, fazem parte dos planos do governo de expansão das universidades, fortalecendo o campo da museologia”, ressalta.

Um conselho para os futuros museólogos? Telma dá a dica: “Ser um bom profissional e estudar bastante. É importante fazer estágio logo no início da carreira. A prática é fundamental na nossa área. Eu me formei em 1979, pela Uni-Rio. Sou plenamente realizada em minha carreira. Não fiquei rica, mas também nunca fiquei desempregada”, completa.

Conheça alguns cursos de graduação em Museologia existentes no Brasil:

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Uni-Rio)
Bacharelado
Duração: 8 semestres
Telefone: (21) 2542-1031
Endereço: Av. Pasteur, 458, Urca - Prédio do CCH, sala 410.
Mais informações


Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Bacharelado
Duração: 6 semestres
Telefone: (81) 3283-6445
Endereço: Av. Araújo Pinho , 265 , Canela , 40110-150 , Salvador
Mais informações

Universidade Federal de Brasília (UnB)
Bacharelado
Duração: 7 semestres
Telefone: (61) 3307-2422
Endereço: Rua Darci Ribeiro, s/nº - Campus Universitário Brasília
Mais informações

Universidade Federal de Goiás (UFG)
Bacharelado
Duração: 8 semestres
Telefone: (62) 3521-1128
Endereço: Conjunto Itatiaia s/nº, saída para Nerópolis
Mais informações


Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Bacharelado
Duração: 8 semestres
Telefone: (31) 3409-5226
Endereço: Av. Antonio Carlos, 6627 - Pampulha
Mais informações


Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Bacharelado
Duração: 8 semestres
Telefone: (31) 3559-1967
Endereço: Campus do Morro do Cruzeiro – 35.400-000 - Ouro Preto
Mais informações

Universidade Federal do Pará (UFPA)
Bacharelado
Duração: 8 semestres
Telefone: (91) 3201-7000
Endereço: Rua Augusto Correa, 1 – Guamá
Mais informações

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Bacharelado
Duração: 7 semestres
Telefone: (81) 2126-8000
Endereço: Av. Rui Barbosa, 960 – Graças - Recife
Mais informações


Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Bacharelado
Duração: 8 semestres
Telefone: (51) 3308-55183
Endereço: Av. Paulo Gama, 110 - Bairro Farroupilha - Porto Alegre
Mais informações

Universidade Federal do Sergipe (UFS)
Bacharelado
Duração: 6 semestres
Telefone: (79) 2105-6600
Endereço: Av. Marechal Rondon, s/nº- Jardim Rosa Elze - São Cristóvão
Mais informações

http://redeglobo.globo.com/globouniversidade/noticia/2012/06/museologia-mercado-de-trabalho-em-expansao-para-quem-gosta-de-arte.html

Um comentário:

  1. Concordo plenamente com a colega Telma. Faço minhas as palavras dela. Sempre fui um apaixonado e apoiador da profissão. E conclamo aos novos e futuros colegas museólogos, que se unam para construirmos uma Museologia ainda mais forte e reconhecida!

    Evaldo Pereira Portela
    Museólogo 631-I (corem 2ª região)

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget