31/07/2012

A "capsula do tempo" que intriga historiadores


Uma misteriosa cápsula do tempo vem intrigando pesquisadores. O resquício é uma caixa de madeira revestida internamente de chumbo, encontrada em meio às obras na zona portuária do Rio, e agora está aos cuidados do Laboratório de Restauração da Fundação Biblioteca Nacional (FBN/MinC). Datada de agosto de 1871, o material estava numa caixa de madeira na pedra fundamental das docas de Pedro II, localizadas no Parque Noronha Santos, na Praça XI, centro do Rio, e continha um exemplar do Diário Oficial da época. Resta aos pesquisadores investigarem o porquê.

Para aumentar o mistério, uma consulta ao acervo da instituição verificou que tal edição não faz qualquer menção à caixa – tratando apenas de transações comerciais do governo à época.

Segundo o site da Biblioteca Nacional, o material ainda deverá ser submetido a uma irradiação de cobalto 60.

“O processo tem como objetivo eliminar uma proliferação de micro organismos e deve acontecer no Instituto de Pesquisas Nucleares, em São Paulo”, conta Jayme Spinelli, coordenador de preservação da FBN. Só assim, os pesquisadores ficarão à vontade para investigar as razões que levaram à escolha do material para preservação e o seu real conteúdo.

Fonte: http://opiniaoenoticia.com.br/cultura/a-capsula-do-tempo-que-intriga-historiadores/

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget